fbpx
was successfully added to your cart.

As grandes oportunidades surgem para os corações inquietos

By 22/04/2018 Reflexão No Comments
Compartilhe

O que move você? Já se perguntou isso?

A mim é o processo da caminhada. Tudo que encontro pela travessia, me desperta ânimo. Não fico muito preocupada com o topo, apesar de não tirar os olhos dele, estou mais atenta em aproveitar a jornada e a entender toda a dinâmica do caminho.

Assim os Corações inquietos se movem, analisando e experimentando as oportunidades que vão surgindo ao longo de todo percurso. Despertando cada vez mais uma curiosidade e uma vontade de romper os limites impostos, muitas vezes pela realidade do momento.

Se você ler um pouco sobre os grandes empreendedores de sucesso, todos tinham um coração inquieto. Alguns começaram cedo como Alexandre Costa, Fundador Da Cacau Show, que aos 14 anos já vendia chocolate de porta a porta. Outros como Guilherme Paulus teve a ideia de criar a CVC depois de ler o livro “O Maior Vendedor do Mundo”, de Og Mandino, que traz a história de um simples guardador de camelos que ficou rico a partir do seu trabalho.

Algo muito forte os movia e move a cada um de nós. Seja para ser um grande pesquisador dentro da sua área, o melhor gerente de todos os tempos ou apenas empreendedor de sucesso. Não importa, mas algo dentro de nós pulsa!!! E isso, não devemos ignorar.

É justamente isso que faz com que esses grandes idealistas não desistam de suas ideias. Imagine quantas pessoas olharam para esses grandes empreendedores e pensaram: – Isso é loucura! Mas eles não desistiram, mesmo quando as dificuldades os alcançavam.

As dificuldades vão e vem, vão mudar de nome, de cidade e de momento. O que só da mais brilho a vitória. No fundo, elas (as dificuldades) são boas companheiras dos corações inquietos, por incrível que pareça. Porque você vai aprendendo a ter resistência, como quem toma vacina contra um vírus, você pode até ficar doente, mas sem complicações.

Por isso, não pense! Apenas siga em frente!

“Somente chega ao topo, aqueles que não se acomodam com o conforto do pé da montanha”.

Mas para isso, temos que ter em quem possamos nos inspirar, quem seja como um holofote e que não desistiu diante as dificuldades do caminho. Tenho várias pessoas que me inspiram, mas tenho uma em especial: Paola Carosella. Para mim é um exemplo de quem escutou sua inquietação e seguiu mesmo com medo.

Já acompanhava seu trabalho no Master Chef, mas quando conheci sua história no Day1 (Evento online de Endeove), virou inspiração! Nem sempre sabemos como chegar ao topo, mas para quem deseja viver seu propósito de vida, basta saber onde você não quer estar e traçar uma meta. Veja o vídeo abaixo:

Foi assim que eu reencontrei meu propósito de vida, quando descobri onde não queria estar. Desde então, as peças começaram a se mexer, como um ímã atraindo novas oportunidades e isso é algo incrível. O que não diminui a dificuldade e o medo do desconhecido.

Por isso digo, que as grandes oportunidades acontecem para os que têm o coração inquieto. Se cada empreendedor de sucesso hoje, desistisse na primeira ou na enésima dificuldade, eles não estariam desfrutando de seus sonhos e vendo outros sendo despertados.

Se eu não tivesse um coração inquieto, mesmo estando descontente, não iria me incomodar com as coisas que me incomodam, eu ia apenas me conformar que a vida é assim. Mas não, essa inquietação gerou um tremor interno em mim e como vulcão, explodiu em versos e palavras.

Desde então as ideias jorram, como uma fonte fecunda de inspirações. E como é maravilhoso fazer o que você nasceu para fazer, mesmo que isso ainda não seja minha fonte principal de renda. Não tenho dúvidas, que quando descobrimos nosso valor, começamos a valorizar os outros também.

O que faz com que suas conexões sejam fecundas e delas gerem outras oportunidades, como falei no artigo da semana passada. Entende, como uma coisa está atrelada a outra? Mesmo que você não perceba, são suas atitudes que fazem com que as coisas aconteçam mais facilmente ou não.

Porque aqueles que desejam algo a mais e não só da vida, mas de si mesmo, não desistem, aprendem a respirar fundo e saber que amanhã é um novo dia, com novas oportunidades. Não é por coincidência que sempre me encantaram histórias de pessoas que fizeram a diferença, que realmente acreditam em algo maior.

Mineiramente falando, nasci com um ” trem a vapor” no peito, que vive apitando e fazendo com que minha vida tenha um movimento ritmado, como de uma locomotiva, constante e ao mesmo tempo frenético. Quanto mais lenha eu ponho, mais rápido ele pulsa, cheio de alegria e entusiasmo.

No fundo, todos nós somos como peças de um grande quebra-cabeça, procurando seu encaixe perfeito para algo maior. Mas às vezes por mais encaixados que estejamos em uma situação, talvez ali não seja nosso lugar. É necessário termos coragem de olharmos para todos os lados e observar o que não “orna”.

É justamente nesse momento que você entende que nasceu com asas e que elas servem para voar o mais alto possível. Então, você poderá avistar do alto as grandes oportunidades que ainda estão por vir. 🙂

Um grande abraço!